DESENVOLVIMENTO E PRODUTIVIDADE DO GIRASSOL (HELIANTHUS ANNUUS L.) IRRIGADO COM EFLUENTES DOMÉSTICOS TRATADOS SOB DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO

Tiago Cedraz Guimarães

Resumo


A água doce é um recurso natural finito, cuja qualidade vem piorando devido ao aumento da população e à ausência de políticas públicas voltadas para a sua preservação (Merten e Minella, 2002). Poluentes como: Efluentes domésticos, efluentes industriais e o deflúvio superficial urbano e agrícola, acabam por contaminar os corpos hídricos, prejudicando o ecossistema ali presente, causando sérios danos ao meio ambiente, além de tornar a água imprópria para alguns usos dos recursos hídricos.
Bastos et al. (2008) afirmam que vem crescendo a consciência em torno da importância do uso racional, da necessidade de controle de perdas e desperdícios e do reúso da água, incluindo a utilização de esgotos sanitários tratados. Um dos principais segmentos em que é aplicado o reúso de água é a agricultura, uma vez que esta é uma atividade que demanda uma quantidade considerável de recursos hídricos. As vantagens ambientais do reúso são inúmeras, entre elas: uso sustentável da água, racionamento de água de boa qualidade, minimização da poluição nos corpos hídricos, diminuição no uso de fertilizantes e matéria orgânica, controle da desertificação e erosão por meio da fertirrigação de cinturões verdes, entre outras (Bernardi, 2003).
A agricultura irrigada é a atividade mais consumidora de água dentre os outros usos deste recurso, no Brasil, segundo a ANA (2017) este setor utiliza certa de 70% do consumo total de água. Com a crescente preocupação ambiental e a problemática envolvendo a escassez de água é preciso que se busquem alternativas viáveis para a produção agrícola. O uso de água residuária se apresenta como uma boa alternativa, pois, além de preservar os corpos hídricos favorece a fertilidade do solo, devido à presença de matéria orgânica.
Uma das culturas de grande importância para o cenário brasileiro e que apresenta um potencial elevado de utilização em atividade de reuso de efluentes na agricultura é o girassol. Andrade et al. (2012) encontraram a melhor qualidade comercial o girassol ornamental utilizando água residuária para irrigação.
O girassol é uma das poucas plantas das quais o homem pode explorar quase todas as suas partes (Nobre et al., 2008). Seus principais produtos são o óleo produzido de suas sementes, além de ser amplamente utilizado na alimentação humana na forma de farinhas, concentrados e isolados proteicos (CARRÃOPANAZZI & MANDARINO, 1994). Não o bastante, o alto teor de óleo no aquênio, desperta o interesse pela produção do biocombustível, criando então uma nova forma de mercado.
A análise biométrica de crescimento nos vegetais apresenta-se como uma técnica viável para conhecer as bases fisiológicas da produção, evidenciando assim as influências exercidas pelas interações ambientais, genéticas e agronômicas. Esta técnica descreve as condições morfofisiológicas da planta em função do tempo (Centeno et al.,2014). Assim, essa pesquisa teve como objetivo analisar a produtividade e desenvolvimento do girassol irrigado com esgoto doméstico submetido a diferentes tratamentos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.