ECONOMIA POPULAR E SOLIDÁRIA E SUA APROXIMAÇÃO COM AS COMUNIDADES EM FEIRA DE SANTANA

Lucas Barreto Santana dos Santos

Resumo


Este resumo tem por objetivo realizar uma análise e uma revisão bibliográfica acerca do conceito de Economia Popular e Solidária, onde, podemos observar que essa economia ainda não é vista como um contraponto a economia convencional capitalista. “O município de Feira de Santana, assim como outras cidades baianas passou por um processo de transformação econômica e social a partir de uma nova organização espacial, proporcionada principalmente pela posição geográfica estratégica que favorece as atividades comerciais” (SANTOS; SILVA; ALVES, 2013, p.2).
O termo Economia Popular e Solidária, caracterizada pelo trabalho é realizado pelo coletivo, constituída por sujeitos em situação de vulnerabilidade social normalmente é formado por pequenos grupos de trabalho, porém, também pode ser constituída por grupos maiores procura desenvolver as atividades no processo de trabalho, de forma que não reproduza a lógica do sistema; apesar de estarem inseridos no mesmo e reproduzirem nas relações comerciais e caracterizam como formas de resistência às manifestações de desigualdade da questão social e tentam desenvolver o processo de trabalho de forma diferenciada dos outros empreendimentos privados.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i22.4259

Apontamentos

  • Não há apontamentos.