UTILIZAÇÃO DO ÍNDICE TOPOGRÁFICO DE UMIDADE NA AVALIAÇÃO TEMPORAL DAS MÉTRICAS FENOLÓGICAS NO POLO DE DESERTIFICAÇÃO DE JEREMOABO-BA

Autores

  • Lucas Amorim Fernandes

DOI:

https://doi.org/10.13102/semic.v0i23.6298

Resumo

A Caatinga apresenta grande variedade de fitofisionomias que são influenciadas pelo
clima quente e seco e pelo baixo índice pluviométrico. A fenologia vegetal em regiões
semiáridas geralmente é influenciada não somente pelos índices pluviométricos, mas também
pela disponibilidade hídrica para a vegetação (Machado, Barros e Sampaio, 1997; Bulhão e
Figueiredo, 2002; Neves, Funch e Viana, 2010).

Downloads

Publicado

2021-04-01

Edição

Seção

Ciências Sociais, Humanas e Filosofia