Conflitos de modernidade entre católicos e protestantes no interior baiano: Jaguaquara (1950-1960)

Autores

  • Daniel Serra Cabral

DOI:

https://doi.org/10.13102/semic.v0i23.6317

Resumo

O debate do campo religioso Jaguaquarense necessita de bases sólidas para uma
discussão bibliográfica como elementos que possam referenciar qualitativamente o debate, um
movimento interiorano no sudoeste da Bahia, onde em 1923 (um ano após abertura do colégio
Taylor-Egídio) abre-se a primeira Igreja Batista da cidade, tal movimento, de abertura de uma
Igreja Batista só foi possível na cidade de Feira de Santana no ano de 1941, quase vinte anos
após, como airma SILVA: “pode-se afirmar que as missões protestantes, instaladas no Brasil, a
partir da segunda metade do século XIX, faziam parte de uma expansão norte-americana na
América latina (SILVA 2017 p.41)”.

Downloads

Publicado

2021-04-01

Edição

Seção

Ciências Sociais, Humanas e Filosofia