A análise dos eventos privados no behaviorismo radical à luz de Wittgenstein

Autores

  • João Henrique Lima Almeida

DOI:

https://doi.org/10.13102/semic.v0i23.6320

Resumo

É constante alvo de disputa, quando se trata de filosofia da psicologia, o estatuto do
interior, e dele, não se pode dissociar sua abordagem prática. No preâmbulo da psicologia
experimental, foi admitido um método pelo qual o indivíduo poderia apreender objetos
privados através da auto-observação.

Downloads

Publicado

2021-04-01

Edição

Seção

Ciências Sociais, Humanas e Filosofia