PÓLEN APÍCOLA: COMPARAÇÃO ENTRE A CARACTERIZAÇÃO VOLUMÉTRICA E POR FREQUENCIA DE GRÃOS DE PÓLEN

Autores

  • Bianca Alves Lopes

DOI:

https://doi.org/10.13102/semic.v0i23.6395

Resumo

O grão de pólen é um produto oriundo das plantas angiospermas, e nele estão
contidas as células masculinas da flor. São nas anteras que as abelhas (Apis mellifera L.)
coletam esses grãos com o objetivo principal de nutrir a si e as suas crias (Modro et al.,
apud. Zerbo et al., 2001), já que o pólen é uma rica fonte de proteína (Modro et al.,
2007). Durante o tempo em que a abelha visita as flores para coletar néctar, de maneira
natural e inconsciente (Barth, 1989), os grãos de pólen se prendem na corbícola e no
momento da produção do mel, os pólens se misturam com a secreção salivar das abelhas
e se tornam componentes dos méis (Barth, 1989). Assim, esse pólen passa a ser
chamado de pólen apícola; como o mel e a própolis, ele se tornou um recurso natural
bastante rentável economicamente.

Downloads

Publicado

2021-04-01