PADRONIZAÇÃO DO ENSAIO IMUNOENZIMÁTICO PARA DETECÇÃO DE ANTICORPOS ANTI-ASCARIDIA EM SORO DE FRANGOS

Autores

  • Ellen Monteiro Ribeiro Santos

DOI:

https://doi.org/10.13102/semic.v0i23.6404

Resumo

O processo de globalização associado aos avanços tecnológicos, propiciou o surgimento
de grandes indústrias de produção animal responsáveis por criar em um sistema intensivo
bovinos, suínos e aves. No entanto, a criação de aves em um sistema semi-intensivo ou
extensivo ainda é recorrente em regiões rurais, peri-urbanas e pequenos municípios, como forma
de consumo de subsistência e fonte de renda. Segundo Oliveira (2017) e Silva et al (2016), o
sistema semi-intensivo, bem como fatores ambientais, são responsáveis por potencializar a
infecção das aves por geohelmintos sendo mais recorrente as infecções por parasitos como
Toxocara spp e Ascaridia galli.

Downloads

Publicado

2021-04-01