Aspectos epidemiológicos da perda dentária da população idosa no Território do Sisal, Bahia.

Autores

  • Éder Freire Maniçoba Ferreira

DOI:

https://doi.org/10.13102/semic.v0i23.6480

Resumo

A saúde bucal da população idosa se apresenta no Brasil em situação precária.
Indicam isto alguns dados recentes do Projeto Saúde Bucal Brasil (BRASIL, 2012), onde
o indicador de cárie dentária (CPO-D) médio da população na faixa etária 65 a 74 anos
foi de 27,53, com destaque para as perdas dentárias, portanto em níveis inferiores à meta
que a Organização Mundial de Saúde preconizava para o ano 2010, que não deveria haver
mais que 5% das pessoas desta faixa etária, desdentadas. Dessa maneira pode se
considerar esta situação um grave problema de saúde pública.

Downloads

Publicado

2021-04-01