ESTRESSE OCUPACIONAL E TRANSTORNO MENTAL COMUM EM TRABALHADORES DA SAÚDE: COMO ATUAM AS ESTRATÉGIAS DE ENFRENTAMENTO?

Autores

  • Elis Souza Machado

DOI:

https://doi.org/10.13102/semic.v0i23.6481

Resumo

O estresse ocupacional está sendo alvo de preocupação em muitos países,
podendo ainda ser considerado um dos gatilhos para o desenvolvimento dos transtornos
mentais comuns (TMC), grave problema de saúde pública (CARLOTTO et., al, 2015).
Estudos internacionais mostram prevalências de TMC variando entre 32,4%, na Etiópia,
a 51,8%, na Dinamaca, no Brasil, esta prevalência varia entre 29,6% a 47,4% (YIMAN;
KEBEDE; AZALE, 2014; PINTO et al., 2014).

Downloads

Publicado

2021-04-01