CORRESPONDÊNCIAS AMIGAS (SÉCULO XX): REVISÃO DA EDIÇÃO ELETRÔNICA E ESTUDO DE TE E LHE COMO CLÍTICOS ACUSATIVOS DE 2ª PESSOA

Autores

  • Emília Carneiro dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.13102/semic.v0i23.6649

Resumo

O projeto CE-DOHS, que conta com ótimos recursos tecnológicos, no universo
das Humanidades Digitais, disponibiliza edições semidiplomáticas, em PDF, e, por
meio do estabelecimento de redes com projetos que desenvolvem a Linguística de
Corpus – como o projeto Corpus Histórico do Português Tycho Brahe
(http://www.tycho.iel.unicamp.br/~tycho/corpus/), coordenado por Charlotte Galves
(UNICAMP) –, também edições em linguagem XML, usando o eDictor, programa
computacional desenvolvido por Kepler, Paixão de Souza e Faria (2007), para facilitar a
edição eletrônica de textos antigos, que, anotada sintaticamente, permite a busca
automática de dados no estudo linguístico. Como se vê, “Do feliz congraçamento entre
as mais recentes tecnologias e a antiga Filologia, surgiu um novo universo de
possibilidades para a preservação, disponibilização e análise de textos antigos, universo
em que é possível oferecer ao leitor mais de uma edição do mesmo texto, permitindo
que tenha ao seu dispor o texto editado, em diferentes versões, e o seu original.”
(GONÇALVES; BANZA, 2013, p. 4)

Downloads

Publicado

2021-04-01

Edição

Seção

Educação, Letras e Artes