DISTRIBUIÇÃO FUNCIONAL DA RENDA E CRESCIMENTO ECONÔMICO NO BRASIL (1951-2014)

Autores

  • Jéssica Leão Moreira

DOI:

https://doi.org/10.13102/semic.v0i23.6673

Resumo

As relações entre repartição de renda e crescimento econômico, estabelecidas pela teoria econômica, são controversas. Do lado da teoria neoclássica, dada a menor propensão a consumir das populações mais abastadas, aumentos de curto prazo na repartição de rendas elevam a taxa de poupança e, por conseguinte, dos investimentos e do crescimento da economia como um todo. Hobson (1891), Clark(1899) trouxeram a chamada teoria neoclássica da distribuição baseada na distribuição dos fatores de produção; terra, capital e trabalho, na perspectiva da oferta.

Downloads

Publicado

2021-04-01

Edição

Seção

Ciências Sociais, Humanas e Filosofia