A REFORMULAÇÃO DO PLANO DIRETOR DE FEIRA DE SANTANA: O LUGAR DA REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA E DO DIREITO À MORADIA

Autores

  • Marcelo Diego Gomes da Silva Vitorio

DOI:

https://doi.org/10.13102/semic.v0i23.6677

Resumo

O processo de urbanização no Brasil foi marcado por modelos de planejamentos que tiveram como corolário a exclusão e segregação espacial. O crescimento econômico brasileiro durante a primeira metade do século XX, impulsionado pelo insipiente e inicial processo de industrialização, é um dos fatores motivadores do movimento acentuado de inchamento das grandes cidades. Ademais, tendo o Estado não manejado esforços necessários ao implemento de medidas para o enfrentamento desse processo, a precariedade das condições de habitação e vivência do espaço urbano marcaram o movimento de urbanização no Brasil.

Downloads

Publicado

2021-04-01

Edição

Seção

Ciências Sociais, Humanas e Filosofia