AVALIAÇÃO DO EFEITO DO LASER DE BAIXA INTENSIDADE, ASSOCIADO OU NÃO AO ENXERTO ÓSSEO DE ORIGEM BOVINA, NA REPARAÇÃO ÓSSEA EM CALVÁRIA DE RATOS

Autores

  • Lucas Lacerda da Cruz

DOI:

https://doi.org/10.13102/semic.v0i23.6717

Resumo

A perda óssea na região maxilofacial é um desafio clínico, principalmente
quando associadas a grandes lesões (Bosco et al., 2016), onde a capacidade fisiológica
de reparo é excedida, como quando há instabilidade mecânica, deficiência no
suprimento de sangue ou competição com outro tecido proliferativo, como é o caso da
mucosa oral. Uma variedade de substancias utilizadas para auxiliar a regeneração óssea
é empregada atualmente, incluindo a utilização de enxertos ósseos de origem bovina
(Zein, Selting, & Benedicenti, 2017).

Downloads

Publicado

2021-04-01