A EXPRESSÃO DO OBJETO DIRETO ANAFÓRICO EM FEIRA DE SANTANA-BA: DADOS DE FALANTES FEIRENSES FILHOS DE MIGRANTES

Autores

  • Danilo Mascarenhas Bittencourt

DOI:

https://doi.org/10.13102/semic.v0i23.7126

Resumo

Neste trabalho, apresentam-se os resultados de uma análise sociolinguística realizada sobre o uso do ODA com dados linguísticos que provêm da fala de moradores do município de Feira de Santana-BA. Buscou-se identificar e demonstrar como se configuram as estratégias de uso, traçando o perfil da variante objeto nulo por ser este o foco da pesquisa. Buscou-se, também, verificar, por meio de uma análise comparativa, se os falantes feirenses filhos de migrantes utilizam formas diferenciadas no português falado na zona rural e urbana por feirenses filhos de feirenses, a partir de trabalhos realizados por Santana (2010; 2014).

Downloads

Publicado

2021-04-06

Edição

Seção

Educação, Letras e Artes