ANÁLISE DE METAIS-TRAÇOS EM SEDIMENTOS DA APA DO PRATIGI, BAHIA

Renata Barreto Mascarenhas, Iara Rocha Aragão, Plínio Reis, Taíse de Jesus Bomfim

Resumo


Na APA do Pratigi, Sul da Bahia, pontua-se como uso do solo, atividades agrícolas, pequenas hidrelétricas e piscicultura. Este trabalho analisou as concentrações de Cu, Pb, Cr, Zn e Ni nos sedimentos da Bacia do Rio Juliana. Revelou-se que existe uma grande variação entre as concentrações de metais-traços encontradas ao longo da bacia analisada e que esta variação pode ser explicada pelo uso do solo ao entorno dos pontos de amostragem, além da geomorfologia da região. Porém, apenas as concentrações de Cr apontaram uma possível contaminação do sedimento, que pode ser proveniente do uso de defensivos agrícolas, à base de Cr, em grande escala. Assim, os gestores da APA podem propor medidas mitigadoras para áreas com concentrações significativas de Cr, e no ambiente, livres de atividade antrópicas, que apresentou melhor qualidade ambiental, em relação às concentrações de metais-traços, pode ser útil como um ambiente referencial para sedimentos da Mata Atlântica.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/sitientibus.v0i53.4467

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Versão Impressa 0101-8841