SISTEMAS DE CAPTAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA NO TERRITÓRIO DO SISAL: O PROGRAMA UMA TERRA DUAS ÁGUAS (P1+2)

Gilberto Ferreira da Silva Neto

Resumo


A questão hídrica no semiárido brasileiro foi e ainda é um processo que envolve diversos sentimentos e opiniões. A princípio partia-se da ideia do combate à seca como solução para resolver a problemática enraizada de que falta água no semiárido. Mas, o que passou a ser proposto foi a implantação da convivência com o semiárido, buscando alternativas e soluções que visem conviver com um fenômeno natural e inerente à região. Assim, ações foram destacando-se como alternativas a convivência com o Semiárido, como exemplo, o Programa Uma Terra Duas Águas (P1+2), e se tornaram políticas públicas. Esse artigo, sintetiza parte do nosso trabalho no Mestrado em Planejamento Territorial, e tem como objetivo identificar quais e quantos foram os sistemas implantados para captação de água de chuva pelo P1+2 no Território do Sisal. Com os dados obtidos na pesquisa, foi constatado que desde a implantação do P1+2 em 2009 até 2014, foram construídos 2.217 sistemas de captação de água de chuva.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/sitientibus.v0i54.4558

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Versão Impressa 0101-8841