CAPTAÇÃO DE ÁGUA DA CHUVA COMO ALTERNATIVA PARA A SEGURANÇA HÍDRICA NO POVOADO DE CANTO NO MUNICÍPIO DE SERRINHA-BA

Franciele Queiroz de Matos

Resumo


A atuação da Articulação do Semiárido Brasileiro (ASA), no que se refere à constituição e execução de programas em parceria com o governo federal, é foco central desse texto. Assim, analisamos a experiência do uso de tecnologias sociais de captação de água da chuva, através da execução do Programa Um Milhão de Cisternas Rurais – P1MC e do Programa Uma Terra e Duas Águas – P1+2, com o objetivo de desvelar as principais estratégias para efetivação de uma política de segurança hídrica para o semiárido brasileiro, num contexto onde predomina a tese de convivência com o semiárido em detrimento das velhas ideias de combate a seca.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/sitientibus.v0i54.4602

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Versão Impressa 0101-8841