30 ANOS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE BRASILEIRO – O COMPROMISSO COM A VERDADE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.13102/sitientibus.v0i63.5744

Resumo

No Brasil, temas relativos à circulação de informação e comunicação cada vez mais têm sido objeto de estudo e análise, principalmente diante da grande quantidade de informações falsas que transitam livremente em nossa sociedade. Todos esses acontecimentos, aparecem de forma repetitiva no temas afetos à saúde da população, podendo ocasionar prejuízos à promoção, proteção e recuperação da saúde de nosso povo. Diante da relevância da temática afeta à comunicação em saúde, este trabalho tem como objetivo apontar dispositivos que demonstrem e reafirmam a responsabilidade do Sistema Único de Saúde em disseminar somente informações/comunicações que sejam condizentes com a realidade. Para a construção deste trabalho foi utilizado referencial bibliográfico, incluindo consulta à artigos, materiais disponibilizados na internet e legislação pertinente.

Biografia do Autor

Thyago Cezar

Advogado, Mestre em Ciências da Reabilitação pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais-USP; Membro do Comitê de Ética em Pesquisa em Seres Humanos do HRAC - USP; Especialista em Direito Processual Civil pela Universidade Anhanguera - Uniderp.

Jeniffer de Cássia Rillo Dutka

Possui graduação em Fonoaudiologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (1986), Mestrado em Communication Processes and Disorders - University of Florida (1992) e Doutorado em Communication Sciences and Disorders - University of Florida (1996). Atualmente é Professora Livre Docente no Departamento de Fonoaudiologia na Faculdade de Odontologia de Bauru e orientadora no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais-USP e no Programa de Pós-Graduação em Fonoaudiologia da FOB-USP.

Referências

BERLINGUER,G. Ética da saúde. Trad. José Ruben de Alcântara Bonfim.Hucitec. 1996

CAMPOS, JRIS. Direito fundamental à saúde: uma análise da proteção jurídica às pessoas acometidas por neoplasia maligna. Revista Videre, [S.l.], v. 7, n. 13, p. 34-48, mar. 2016. Disponível em: <http://ojs.ufgd.edu.br/index.php/videre/article/view/3861>. Acesso em: 01 jun. 2020.

CASTILHO, C. O vírus da desinformação. Observatório de imprensa, 16 fev. 2016. Disponível em: < http://www.observatoriodaimprensa.com.br/imprensa-em-questao/o-virus-da-desinformacao/>. Acesso em 16 jun. 2020.

CEZAR, T. Comunicação em saúde como instrumento de promoção, proteção e recuperação da saúde da pessoa com Fissura Labiopalatina. 2020. 235 p. Dissertação ( Mestrado em Ciências da Reabilitação) – Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais, Universidade de São Paulo, Bauru, 2020.

DEJOURS, C. A loucura do trabalho: estudo de psicopatologia do trabalho. Tradução: Ana Isabel Paraguay e Lúcia Leal. 5.ed. ampliada. São Paulo. Cortez - Oboré. 1992. 168 p.

GAUDERER, C. Os direitos do paciente – cidadania na saúde. Rio de Janeiro: Record, 1998. 93 p.

HAN, B. C. Sociedade da transparência. Tradução: Enio Paulo Giachini. Petrópolis. Vozes. 2018. 120 p.

LIMA, V. A. Regulamentação das comunicações: história, o poder e direitos. São Paulo. Paulus. 2011. 252 p.

MALINVERNI, C; CUENCA, A. M.B. Epidemias midiáticas, a doença como um produto jornalístico. In Comunicação, mídia e saúde: novos agentes, novas agendas. Luminatti. Rio de Janeiro. 2017. cap. 5, p. 87 – 115.

OLIVEIRA, W. Quando vírus, bactérias e mosquitos chegam ao noticiário. In Comunicação, mídia e saúde: novos agentes, novas agendas. Luminatti. Rio de Janeiro. 2017. cap. 4 p. 51 – 85.

PAIM J S. O que é o SUS. Rio de Janeiro. 7ed. Ed. Fiocruz. 2018. 144 p.

PAIM J S. Aspectos conceituais. In PAIM J S. SUS – Sistema Único de Saúde: tudo o que você precisa saber. Atheneu. 2019. São Paulo. cap. 2, p. 19 – 28.

SANTOS, L. CARVALHO, GI. Sistema Único de Saúde: Comentários à Lei Orgânica da saúde. 5. ed. rev. atual. Campinas. Saberes. 2018. 528 p.

SARLET I. W, Figueiredo MF. O direito fundamental à proteção e promoção da saúde no Brasil: principais aspectos e problemas. Disponível em: <http://www.editorajuspodivm.com.br/i/f/ingo.pdf>. Acesso em: 02 mai. 2020

SPANOU, Calliope. Les associations face à l’information administrative :les cas de l’énvironment. In: CENTRE UNIVERSITAIRE DERECHERCHES ADMINISTRATIVES ET POLITIQUES DEPICARDIE. Information e Transparence administrative. Paris : PUF,1988. Disponível em:<https://www.u-picardie.fr/curapp-revues/root/21/spanou.pdf>. Acesso em: 02 mai. 2020.

Downloads

Publicado

2021-06-22

Edição

Seção

Artigos