O ACESSO À JUSTIÇA SOB A ÓTICA DO LIVRO AUTO DA COMPADECIDA DE ARIANO SUASSUNA: UMA ANÁLISE CRÍTICA

Autores

  • Luiz Gustavo de Jesus Lima Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS)
  • Maria Victoria Trindade Moitinho Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS)

DOI:

https://doi.org/10.13102/sitientibus.v0i63.5746

Resumo

A arte sempre está presente no nosso dia a dia, assim como o Direito, que é responsável por regulamentar as questões de interesse social. A obra O Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna, representa um exemplo de encontro entre a arte e o direito, por meio de um movimento crítico. Este trabalho apresenta como os direitos humanos básicos são negados aos personagens principais (Chicó e João Grilo) e faz uma interpretação a respeito da terceira e última parte da obra - O Julgamento Final - relacionando esse momento ao princípio do Acesso à Justiça, ou a falta dele para os sujeitos socioeconomicamente excluídos.

Downloads

Publicado

2021-06-22

Edição

Seção

Artigos