A escrita sob o olhar do aluno no ensino médio: representações e reflexões

Dalve Oliveira Batista-Santos, Dimas Henrique Pereira de Oliveira Silva

Resumo


A prática de escrita no Ensino Médio (EM) é temática de muitas pesquisas (KLEIMAN, 2007) que se preocupam com o processo de ensino e aprendizagem dessa tecnologia. Essas pesquisas elucubram a relevância de uma visão reflexiva e crítica para esse ambiente escolar. Batista-Santos (2017) constatou em sua pesquisa que a falta da proficiência escritora dos ingressantes no Ensino Superior (ES) se dá pela forma com que as capacidades escritoras são trabalhadas e desenvolvidas no EM. Nesse contexto, a pesquisa é de cunho qualitativo-interpretativista e se insere na área da Linguística Aplicada que, baseada nos Novos Estudos do Letramento (LEA e STREET, 1995, 2010, 2012; KLEIMAN 1995, 2007; SOARES, 2009) e pesquisadores da área de escrita (DOLZ e SCHNEUWLY, 2010; FIAD, 2011, 2015; BATISTA-SANTOS, 2017; dentre outros), busca investigar as representações de alunos do EM acerca de suas competências escritoras, levando em consideração o seu ingresso no Ensino Superior (ES). Para tanto, utilizamos a entrevista semiestruturada por ser uma técnica introspectiva, composta por questões discursivas e aplicadas aos alunos da rede estadual de ensino, no município de Palmas, no estado do Tocantins. Destarte, acreditamos que o estudo será relevante por possibilitar importantes reflexões a respeito das práticas de escrita utilizadas por alunos no EM. Além disso, essa pesquisa contribuirá para a identificação de possíveis problemas que permeiam o sistema educacional de ensino, no que se refere ao processo de ensino e aprendizagem da escrita.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/cl.v18i3.2687

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Universidade Estadual de Feira de Santana

A Cor das Letras está indexada em: 
 
 

A Revista A Cor das Letras está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSNe 2594-9675 
ISSN-L 1415-8973