Distribuição diatópica dos ditongos diante de no corpus do ALiB: uma contribuição geolinguística

Amanda dos Reis Silva

Resumo


Este estudo trata da distribuição diatópica da ditongação diante de <S> em 22 cidades da Bahia, a partir do corpus do Atlas Linguístico do Brasil (ALiB). Foram observadas respostas a seis perguntas do Questionário Fonético-Fonológico (QFF) voltadas à ditongação e, depois, foi feita uma análise geral, com base em 5.001 dados de sílabas fechadas por <S> obtidas de toda a gravação do QFF e do Questionário Semântico-Lexical (QSL). Os resultados para as seis respostas são expostos em cartas linguísticas que demonstram diferenças diatópicas significativas. Da verificação de todos os demais contextos estudados, por meio de análise quantitativa, é possível identificar quatro diferentes comportamentos dentre as cidades. São destaques Salvador e Santo Amaro, localidades em que o fenômeno é expressivo; Vitória da Conquista, Carinhanha e Santana, por sua vez, apresentam forte restrição às vogais ditongadas.


Texto completo:

PDF

Referências


BISOL, Leda. O clítico e seu status prosódico. Revista Estudos Lingüísticos, Belo Horizonte, v. 9, n. 1, p. 5-30, 2000.

CALLOU, Dinah; LEITE, Yonne; MORAES, João. Processos em curso no Português do Brasil: a ditongação. In: HORA, Dermeval; COLLISCHONN, Gisela. Teoria lingüística: fonologia e outros temas. João Pessoa: UFPB, 2003a, p. 232-250.

CALLOU, Dinah; LEITE, Yonne; MORAES, João. Processos de mudança no português do Brasil: variáveis sociais. In: CASTRO, Ivo; DUARTE, Inês (Orgs.). Razões e emoção: miscelânea de estudos em homenagem a Maria Helena Mira Mateus. v.1. Lisboa: Imprensa Nacional, Casa da Moeda, 2003b, p. 87-95.

CALLOU, Dinah; LEITE, Yonne; MORAES, João. A ditongação no português do Brasil: estudo de dois casos. CONGRÈS INTERNATIONAL DE LINGUISTIQUE ET DE PHILOLOGIE ROMANES, XXII, 1998, Bruxelles, Actes…, Bruxelles: De Gruyter, p. 95-101, 1998.

CÂMARA JR., Joaquim Mattoso. Para o estudo da fonêmica portuguesa. 2ª ed. Petrópolis: Vozes, 2008 [1953].

CARDOSO, Suzana Alice Marcelino da Silva et al. Atlas linguístico do Brasil: Introdução. v. 1. Londrina: EDUEL, 2014a.

CARDOSO, Suzana Alice Marcelino da Silva et al. Atlas linguístico do Brasil: Cartas linguísticas. v. 2. Londrina: EDUEL, 2014b.

COMITÊ NACIONAL. Atlas lingüístico do Brasil: Questionários 2001. Londrina: EDUEL, 2001.

COUTINHO, Ismael de Lima. Gramática histórica. 6ª ed. rev. 7. reimp. Rio de Janeiro: Livraria Acadêmica, 1974 [1938].

HAUPT, Carine. Sibilantes coronais – o processo de ditongação e palatalização em sílabas travadas na fala de florianopolitanos nativos: uma análise baseada na Fonologia de Geometria de Traços. 2007. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Florianópolis: UFSC, 2007.

HAUPT, Carine. A ditongação em sílabas fechadas por /S/ em Florianópolis. ENCONTRO DO CÍRCULO DE ESTUDOS LINGUÍSTICOS DO SUL, 7, 2006, Pelotas, Anais... Pelotas: EDUCAT, 2008, p. 1-6. Disponível em: . Acesso em: out. 2010.

LEIRIA, Lúcia Lovato. A ditongação variável em sílabas tônicas finais travadas por /S/. Organon, v. 14, n. 28-29, p. 133-141, 2000.

LEIRIA, Lúcia Lovato. A ditongação variável em sílabas tônicas travadas por /S/. 1995. 74 p. Dissertação (Mestrado em Letras). Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, março de 1995.

RIBEIRO, Marana de Almeida Moreira. A palatalização das oclusivas dentoalveolares antes de [i] no interior baiano. 2018. Dissertação (Mestrado em Língua e Cultura) – Universidade Federal da Bahia (UFBA). Salvador: UFBA, 2018.

ROBINSON, John; LAWRENCE, Helen; TAGLIAMONTE, Sali. Goldvarb 2001: a multivariate analysis application for Windows. Nova York: University of York, 2001.

ROSSI, Nelson. Atlas prévio dos falares baianos. Rio de Janeiro: MEC/INL,1963.

SANTANA, Isamar Neiva de. Vocabulário dialetal baiano. 2017. Tese (Doutorado em Língua e Cultura) – Universidade Federal da Bahia (UFBA). Salvador: UFBA, 2017.

SILVA NETO, Serafim da. Introdução ao estudo da língua portuguêsa no Brasil. 2ª ed. revista e aumentada. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro, 1963.

SILVA, Amanda dos Reis. A ditongação em sílabas fechadas por /S/ nas trilhas das capitais brasileiras. 2014. Dissertação (Mestrado em Língua e Cultura) – Universidade Federal da Bahia (UFBA). Salvador: UFBA, 2014.

SILVA, Amanda dos Reis. Ditongação diante de na Bahia: distribuição dialetal e variação fonético-fonológica. 2018. Tese (Doutorado em Língua e Cultura) – Universidade Federal da Bahia (UFBA). Salvador: UFBA, 2018.

SOUSA DA SILVEIRA, Álvaro. Lições de português. 4ªed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1940.

TASCA, Maria. A inserção de glide em sílaba travada por /S/. Letras de Hoje, v. 40, n. 3, Porto Alegre, p. 137-162, 2005.

TELES, Ana Regina Torres Ferreira; RIBEIRO, Silvana Soares Costa. A cartografia dos dados. In: CARDOSO, Suzana Alice Marcelino da Silva et al. Atlas linguístico do Brasil: Introdução. v. 1. Londrina: EDUEL, 2014, p.113-123.

VASCONCELOS, José Leite de. Esquisse d’une dialectologie portugaise. 2ª ed. Centro de Estudos Filológicos: Lisboa, 1970 [1901].




DOI: http://dx.doi.org/10.13102/cl.v20i1.4623

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Universidade Estadual de Feira de Santana

A Cor das Letras está indexada em: 
 
 

A Revista A Cor das Letras está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSNe 2594-9675 
ISSN-L 1415-8973