Estudo das vogais médias pretônicas /e/ e /o/ do português urbano de Cametá-PA: análise dos dados da primeira faixa etária

Josivane do Carmo Campos Sousa, Regina Célia Fernandes Cruz

Resumo


O presente artigo tem como objetivo caracterizar acusticamente as vogais médias pretônicas – /e/ e /o/ – no português falado na área urbana de Cametá-PA, segundo os parâmetros de F1 (em Hz), F2 (em Hz), F3 (em Hz) e Duração (em ms). Os procedimentos metodológicos foram estabelecidos por Cruz (2011): a) corpus padronizado; b) amostra estratificada (sexo, faixa etária e nível de escolaridade); c) coleta de dados por meio da leitura de texto; d) tratamento de dados no programa Praat; e) cálculo de média e representação por gráficos com o programa Excel. A amostra constitui-se de 03 homens e 03 mulheres com idade entre 15 e 25 anos, com escolaridade fundamental, médio e superior. Foram analisados 232 dados obtidos do tratamento de 06 sinais sonoros com duração total de 32min06s de gravação. Os resultados mostraram que, quanto ao espaço acústico formado com as médias de F1 e F2, há maior proximidade entre as variantes altas e médias, e maior distância entre as variantes médias e baixas, exceto na fala masculina em que as três variantes anteriores se encontram bem próximas. O parâmetro de F3 se mostrou como parâmetro de identidade das variantes, demonstrando que o nível acústico é um espelho do nível fonológico, uma vez que a proximidade entre as médias das frequências das variantes demonstra que não se tratam de fonemas diferentes, mas das diferentes realizações de um mesmo fonema. Quanto à Duração, verificou-se que as variantes abertas e baixas são mais longas que as variantes médias e altas, comportando-se assim como um parâmetro que caracteriza as vogais por seus aspectos duracionais capazes de estabelecer distinções entre as variantes.

 


Texto completo:

PDF

Referências


CAMPOS, Socorro. Alteamento vocálico em posição pretônica no português falado no município de Mocajuba-Pará. 2008. 202 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Pará, Belém, 2008.

CRUZ, Regina. Projeto de Pesquisa Brazilian Amazon Portuguese Vowel System: acoustic analysis (Processo BEX1754Q10-6). Brasília: CAPES/Fulbright; New York: New York University. Relatório Técnico-Científico, 2011.

_____ et al. Alteamento vocálico das médias pretônicas no português falado na Amazônia paraense. In: LEE, Seung Hwa (Org.). Vogais além de Belo Horizonte. Belo Horizonte: Faculdade de Letras da UFMG, 2012, p. 194-220.

_____. Vogais na Amazônia Paraense. Alfa: Revista de Linguística (UNESP. Online), v. 56, p. 945-972, 2012b.

KENT, R. D.; READ, C. Análise acústica da fala. Tradução de Alexsandro Meireles. São Paulo: Cortez, 2015.

MORAES, Marlúcia Lopes. As vogais médias pretônicas /e/ e /o/ no português falado na zona rural do Município de Cametá: uma caracterização acústica. Cametá: UFPA/CUNTINS, 2015 (Trabalho de Conclusão de Curso).

RODRIGUES, Doriedson. Da zona urbana a rural/entre a tônica e a pretônica: alteamento /o/ > [u] no português falado no município de Cametá/Ne paraense: uma abordagem variacionista. 2005. 387 f. Dissertacao (Mestrado em Letras) – Universidade Federal do Pará, Belém, 2005.

_____; ARAÚJO, Marivana dos Prazeres. As vogais médias pretônicas / e / e / o / no português falado no município de Cametá/PA – a harmonização vocálica numa abordagem variacionista. Cadernos de Pesquisa em Linguística, Variação no Português Brasileiro, v. 3, Porto Alegre, nov./2007, p. 104-126.

SILVA, Ana Carolina Reis da. Vogais médias pretônicas de Belém (PA): análise qualitativa. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Letras – Língua Portuguesa) – Universidade Federal do Pará, Belém, 2014.

SOUSA, Josivane. A variação das vogais médias pretônicas no português falado na área urbana do município de Belém-PA. 2010. 209f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal do Pará, Belém, 2010.

_____. Sistema vocálico pretônico do português falado na cidade de Cametá-PA: caracterização acústica. Início: 2016. Tese em andamento (Doutorado em Letras: Estudos Linguísticos e Teoria Literária), UFPA.

SOUZA, Gisele Braga. Caracterização acústica das vogais médias pretônicas no português falado em Barcarena-PA. 2015. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal do Pará, Belém: UFPA.

_____; REIS, Mara Sueny da Costa; MORAES, Marlúcia Lopes; CRUZ, Regina Célia Fernandes. A F0 intrínseca como parâmetro acústico de identidade das variantes das vogais médias pré-tônicas do português falado na Amazônia paraense. In: MOUTINHO, Lurdes de Castro; COIMBRA, Rosa Lídia; REI; Elisa Fernández (Coords). Estudos em variação geoprosódica. Aveiro: UA Editora, Universidade de Aveiro, p. 33-52, 2015.

STEVENS, Kenneth N. Acoustic phonetics. Cambridge: MIT Press, 1998.

VERÇOSA, Victor. Caracterização acústica das vogais médias pretônicas /e/ e /o/ do português falado na área urbana da cidade de Cametá-PA: análise dos dados de fala lida. Relatório Final de Bolsa de Iniciação Científica. Belém, UFPA, 2018 (BOLSISTA PIBIC/INTERIOR).




DOI: http://dx.doi.org/10.13102/cl.v20i1.4745

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Universidade Estadual de Feira de Santana

A Cor das Letras está indexada em: 
 
 

A Revista A Cor das Letras está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSNe 2594-9675 
ISSN-L 1415-8973