Vergílio Ferreira e Jean-Paul Sartre em diálogo: estudo comparativo dos romances Mudança, Aparição e La nausée

Barbara dos Santos

Resumo


O presente artigo procura destacar a singularidade da obra vergiliana através de uma análise literária que se abre a uma perspectiva filosófica. De fato, a obra de Vergílio Ferreira iniciou-se numa fase neorealista para se abrir a uma segunda fase de matriz existencialista. Procuramos, aqui, perceber a evolução do pensamento deste grande escritor português do século XX, através do estudo das obras Mudança e Aparição. Esta análise é completada por uma comparação com a obra-tese de Jean-Paul Sartre, La nausée, de forma a pôr em realce a singularidade do pensamento desses dois autores-filósofos.

Palavras-chave


Existencialismo, Neorrealismo, Literatura francesa, Literatura portuguesa, Século XX.

Texto completo:

PDF

Referências


BRITO, Ferreira de. Vergílio Ferreira e o modelo cultural francês. In: FONSECA, Fernanda Irene (Org.).Vergílio Ferreira, cinquenta anos de vida literária. Actas do colóquio interdisciplinar. Porto: Fundação Eng. António de Almeida, 28, 29 e 30 de janeiro de 1993, p. 122-123.

COELHO, Nelly Novaes. Vergílio Ferreira, ficcionista da condição humana. In: GODINHO, Hélder (Org. e pref.).Estudos sobre Vergílio Ferreira. Lisboa: Imprensa Nacional / Casa da Moeda, 1982, p. 249-288.

FERREIRA, Vergílio, Aparição. 1. ed. 1959. Lisboa: Bertrand Editora, 1994.

FERREIRA, Vergílio. Mudança. 1. ed. 1949. Lisboa: Bertrand Editora, 1991.

FERREIRA, Vergílio. Da fenomenologia a Sartre (prefácio), in SARTRE, Jean-Paul. O existencialismo é um humanismo. Lisboa: Presença, 1978.

LOURENÇO, Eduardo. Prefácio da obra Mudança de Vergílio Ferreira, Lisboa: Bertrand Editora, 1991.

PADRÃO, Maria da Glória (Apresentação, prefácio e notas).Vergílio Ferreira: um autor apresenta-se. Biblioteca dos Autores Portugueses, Lisboa: Imprensa Nacional / Casa da Moeda, 1981.

SARTRE, Jean-Paul, La nausée. Paris: Gallimard, 1938. Col. Folio.




DOI: http://dx.doi.org/10.13102/lm.v6i1.2125

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Légua & Meia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

A Revista Légua & Meia está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.