A festa, a fé e a utopia do Espírito Santo – comunidades cristãs no nordeste do brasil e romarias do Juazeiro do Norte

Antonio Rosemberg Moura

Resumo


Este artigo trata da presença da tradição festiva e religiosa do Espírito Santo, que é originária da Europa medieval e foi levada de Portugal para os Açores e o Brasil. Objetiva entender o significado da utopia nela contida, a partir de algumas evidências encontradas em manifestações de religiosidade popular, tendo por foco o caso de experiências comunitárias em Canudos, Juazeiro do Norte e Caldeirão, no Nordeste do Brasil. Apresenta algumas evidências da aparição de elementos dessa tradição do Espírito Santo como utopia emancipatória, em Juazeiro do Norte, formados em torno das romarias do Padre Cícero, indicando a construção de uma ideia de futuro inversa ao que foi posto pelo processo de colonização europeia, inscritas em oratórios e altares, imagens de santos, festejos, cantorias e relatos de fé dos romeiros do Nordeste brasileiro que confluem para aquela cidade considerada santa.

Palavras-chave


Festa; Utopia; Arte; Romaria; Educação.

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN. Giorgio. O que é contemporâneo e outros ensaios. Chapecó-SC: Argos, 2009.

BARROS, Luitgarde Oliveira Cavalcanti. A Terra da Mãe de Deus. Rio de Janeiro: Francisco Alves; Brasília: INL, 1988.

BORGES, Paulo (org.) Agostinho da Silva: uma antologia. Lisboa: Âncora Editora, 2006

BOURDIEU, Pierre. O Poder Simbólico. Lisboa/Rio de Janeiro, DIFEL/Bertrand Brasil, 1989.

CALABRESE, O. A idade neobarroca. Trad. Carmen de Carvalho e Artur Morão. Lisboa: Edições 70, 1988.

CAMPOS, Haroldo de. Barroco, neobarroco, transbarroco. In: DANIEL, Cláudio. (Org.). Jardim de Camaleões: a poesia neobarroca na América Latina. São Paulo: Iluminuras,.

CANCLINI, Néstor Garcia. Culturas Híbridas. São Paulo EDUSP, 2013.

CARIRY, Rosemberg; HOLANDA, Firmino. O Caldeirão da Santa Cruz do Deserto: anotações para a história. Fortaleza: Interarte, 2007.

CARIRY, Rosemberg. Utopias e alquimias, artes barrocas e do povo: um pequeno ensaio sobre o significado cultural do Brasil. In: CAVALCANTE, Maria Juraci Maia; HOLANDA, Patrícia H. C., et. Al. (Org.). Afeto, Razão e Fé: caminhos e mundos da história da educação. Fortaleza: Edições UFC, 2014.

CAVALCANTE, Maria Juraci Maia. O Debate Republicano, a Religião civil brasileira, os Jesuítas e o Catolicismo no Ceará. In: CAVALCANTE, Maria Juraci Maia et alii (Org.) História da Educação: república, escola, religião. Fortaleza: Edições UFC, 2013, pp.231 – 244.

CHIAMPI, Irlemar. Barroco e Modernidade. São Paulo: Editora Perspectiva, 2010.

COSTA, Antonieta. O Poder e as Irmandades do Espírito Santo (Síntese da tese de doutoramento). Lisboa: Rei dos Livros, 1999.

CUNHA, Euclides da. Os Sertões. São Paulo: Abril Cultural, 1979.

DELEUZE, Gilles. A Dobra – Leibniz e o barroco. Campinas, São Paulo: Editora Papirus, 1991.

DELLA CAVA, Ralph. Milagre em Joaseiro. 3. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2014.

ELIADE, Mircea. Mitos, Sonhos e Mistérios. Lisboa: Edições 70, 2000.

FIORI, Joaquim de. Os sete selos – De septem sigilis. Edição bilíngue Latim-português. Tradução e introdução de notas de Alfredo Gatto. Ensaio de Andrea Tagliapietra. Porto-PT: Imago Mundi. 2015.

FRANCO, José Eduardo. Joaquim de Flora e a sua influência na cultura portuguesa. Revista portuguesa de ciência das religiões – Ano I, 2002 / n. 1 – pp. 75-94.

FRANCO, José Eduardo; MOURÃO, José Augusto. A influência de Joaquim de Flora em Portugal e na Europa: escritos de Natália Correia sobre a utopia da idade feminina do Espírito Santo. Lisboa: Roma Editora, 2005.

FRANCO, Maria Sylvia de Carvalho. Homens Livres na Ordem Escravocrata. São Paulo, Kairós, 1983.

GAMBINI, Roberto. Espelho Índio: a formação da alma brasileira. São Paulo: Axis Mundi; Terceiro Nome, 2000.

HOLANDA, Sérgio Buarque. Visão do Paraíso: os motivos edênicos no descobrimento e colonização do Brasil. São Paulo: Brasiliense; Publifolha, 2000.

HOORNAERT, Eduardo. Os Anjos de Canudos. Petrópolis-RJ: 1997.

LE GOFF, Jacques. O Deus da Idade Média: conversas com Jean-Luc Pouthier. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 2013.

LEAL, João. As Festas do espírito Santo nos Açores – Um Estudo de Antropologia Social. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1994.

_______. O Culto do Divino: migrações e transformações. Lisboa: Edições 70, 2017.

LIMA, Lezama. La expresión americana. Madrid, Alianza Editorial, 1969; primeira edição 1957; tradução brasileira de Irlemar Chiampi. São Paulo: Brasiliense, 1988.

MENEZES, Eduardo Diatahy B. de. O barroco como cosmovisão matricial do êthos cultural brasileiro. In Revista de Ciências Sociais. v. 39, n. 1, Fortaleza: Editora UFC, 2008. pp 49 – 77.

PINHO, Romana Valente. O Essencial de Agostinho da Silva. Lisboa: Imprensa Nacional – Casa da Moeda, 2006a.

________. Religião e Metafísica no pensar de Agostinho da Silva. (Temas portugueses). Lisboa: Imprensa Nacional/Casa da Moeda, 2006b.

QUEIROZ, Maria Isaura Pereira de. O Messianismo no Brasil e no Mundo. São Paulo: Alfa-Omega, 1976.

PRIORE, Mary Del. Histórias da Gente Brasileira. Vol 1 Colônia. Lisboa, Editora Leya, 2016.

__________. Histórias da Gente Brasileira. Vol 2 Império. Lisboa, Editora Leya, 2016.

RAMOS, Francisco Régis Lopes. Caldeirão. Fortaleza: EDUECE, 1991.

RIBEIRO, Darcy. O Povo brasileiro: evolução e o sentido do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

RIBEIRO, Darcy; NETO, Carlos de Araújo Moreira (organizadores). A Fundação do Brasil: testemunhos, 1500–1700. Petrópolis: Vozes, 1992.

ROSSATO, Noeli Dutra. Joaquim de Fiori, Trindade e Nova Era. Porto Alegre, Editora da PUC-RS, 2004.

SARDUY, Severo. O barroco e o neobarroco. In: FERNÁNDEZ MORENO, César (ed.). América Latina em sua literatura. Trad. Luiz João Gaio. São Paulo: Perspectiva/Unesco, 1979.

______________ El barroco y el neobarroco. In: Ensayos generales sobre el barroco. México: Fondo de Cultura Económica, 1987.

SILVA, Agostinho da. Ele Próprio. Gravação de António Escudeiro. Lisboa: Zéfiro, 2006.

SOUZA, Laura de Mello e. Desclassificados do Ouro: a pobreza mineira no século XVIII. Rio de Janeiro, Edições Graal, 1982.

VIEIRA, Padre Antônio. A História do Futuro. 2. ed. Lisboa: IN-CM, 1992a.

VIEIRA, Padre Antônio. Escritos instrumentais sobre os índios. Seleção de textos de Cláudio Giordano. Introdução de José Carlos Sebe Bom Meihy. São Paulo: EDUC; Loyola; Giordano, 1992b.

Entrevista:

Entrevista com o beato José Ave de Jesus, líder da Irmandade de Penitentes Aves de Jesus. Juazeiro do Norte (2000).

Documentário:

Caldeirão da Santa Cruz do Deserto, Direção: Rosemberg Cariry, 1985.




DOI: http://dx.doi.org/10.13102/lm.v9i1.4536

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Légua & Meia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Indexadores:

 Resultado de imagem para crossref