OTIMIZAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE CULTURA PARA O CRESCIMENTO BACTERIANO COMO PARA PRODUÇÃO DA DEXTRANA-SACARASE A PARTIR DE Leuconostoc Pseudomesenteroides

Isabela Souza Coccorese

Resumo


Exopolissacarídeos de origem bacteriana têm despertado o interesse das mais variadas indústrias podendo ser utilizados para várias especialidades. A Dextrana é um dos exopolissacarídeos produzida por bactérias dos gêneros Leuconostoc, Lactobacillus e Streptococcus, pela ação da enzima Dextrana-Sacarase, que é ativada pela Sacarose (com exceção das espécies do gênero Streptococcus). A enzima utiliza a sacarose como substrato e polimeriza a dextrana. A Dextrana é um dos exopolissacarídeos de maior importância industrial, largamente utilizada como aditivo, espessante, estabilizante e emulsificante em produtos alimentícios, cosméticos, imobilizante em processos cromatográficos, e também na área médica, agindo como anticoagulante e extensor de plasma, dentre outros (Bhavani&Nisha, 2010).
Muito empenho tem sido aplicado ao longo dos anos para desenvolver metodologias eficazes, rápidas e com menor custo para a produção das dextranas (Nigam et al., 2006); (Vettori et al., 2012). Assim, os estudos que se voltam para a Dextrana-Sacarase têm um papel fundamental neste processo. Dentre os benefícios desta abordagem, pode-se frisar a redução com gastos para manter a colônia, facilidade na separação final do produto com alto grau de pureza, além da possibilidade de reaproveitamento da enzima nas etapas da produção (Chiellini et al., 2001).
Dessa maneira, o presente estudo se justifica, portanto, em elaborar um método eficaz na produção Dextrana-Sacarase através das bactérias láticas produtoras de exopolissacarídeos isoladas da região, afim de verificar qual o melhor meio a ser utilizado e as condições mais favoráveis para que estas cresçam mais rapidamente consequentemente obtendo eficiência na obtenção do exopolissacarídeo de grande interesse industrial.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i21.2179

Apontamentos

  • Não há apontamentos.