Quantificação e otimização de DNA em diferentes composições de Sisal (Agave sisalana Perrine)

Pedro Alcantara da Silva Abreu

Resumo


A Agave Sisalana Perr. (Sisal) pertence à família Agavaceae, e tem como principal produto de interesse comercial suas fibras resistentes extraídas das folhas. O Brasil se destaca na agaveicultura como o maior produtor e exportador mundial da fibra. Segundo a FAO, no ano de 2009, a produção brasileira correspondeu a cerca de 50% da produção mundial (Aquino, 2011).
A diversidade genética compreende várias frequências alélicas presentes em um mesmo grupo de indivíduos, que em conjunto com o ambiente irão fornecer a natureza do fenótipo, que servirá de base para programas de melhoramento genético (Cardona, 2010). O estudo da diversidade genética, através do uso de marcadores moleculares, possibilita a formação de estratégias para conservação de recursos genéticos, economizando tempo e custo para o estudo de genética de populações (Santos et al., 2007; Ferreira, 2003)
No entanto, estudos moleculares dependem diretamente da qualidade do DNA extraído, desse modo a otimização e estabelecimento de protocolos de extração são necessários, visto que um bom procedimento de extração deve produzir DNA de pureza, qualidade e quantidades adequadas para manipulação (Romano, 1998). Ademais, as técnicas de quantificação fornecem informações importantes, destacando a confirmação da pureza da amostra de DNA, ou seja, DNA livre de proteínas, RNA, dentre outras impurezas, visto que um dos objetivos da extração é fornecer DNA de boa qualidade (Tiwari, 2012). A exatidão na quantificação da amostra é também requisito essencial para as técnicas posteriores à extração, onde se determina o perfil genético (Butler, 2010).
A quantificação do conteúdo de DNA tem sido reconhecida como um relevante parâmetro para a caracterização genômica, com aplicação nos estudos evolutivos, além de fornecer informações úteis para o planejamento de projetos de sequenciamento e em trabalhos envolvendo marcadores moleculares (Bennett; Leitch, 2005). Em razão disso, este trabalho tem por objetivo quantificar o DNA de Agave sisalana Perrine, oriundo do processo de extração, visando apresentar um DNA íntegro e com qualidade satisfatória, para futuros estudos de diversidade genética com marcadores moleculares para que possa servir como subsídios em futuros trabalhos de genética molecular.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i21.2224

Apontamentos

  • Não há apontamentos.