INFLUÊNCIA DO CANTO DE ANÚNCIO NO ESPAÇAMENTO ENTRE MACHOS EM UM CORO.

Thais Moreira de Almeida

Resumo


As propriedades de canto são estudadas e descritas através de gravações com analisadores eletrônicos de som, que fornecem uma representação visual de som dos cantos (Wells & Achwartz, 2007; Barros, 2016).As características dessas propriedades são responsáveis pelo reconhecimento da espécie. Os sinais acústicos são produzidos pelas cordas vocais dos anuros, ressoam através do saco vocal e são liberados no ambiente.A redução da propagação e extensão desses sinais pode ser provocada por fatores ambientais (Forrest, 1994; Barros, 2016).
A maioria das espécies de anuros formam coros de alta ou baixa densidade de indivíduos, o que pode causar interações acústicas entre machos (Duellman & Trueb, 1986; Stebbins & Cohen, 1995; Santana, 2007). Alguns autores propõem que a intensidade do canto seria relevante para o espaçamento entre machos em coros densos (e.g. Murphy & Floyd, 2003). Durante as interações acústicas podem ocorrer alterações na intensidade, frequência e duração dos cantos (Bastos & Haddad, 1999; schwartz, 2001), como também a alteração do padrão temporal. Machos próximos podem intercalar os cantos que estejam próximos, aumentando a chance do receptor (que pode ser macho ou fêmea) receber o sinal emitido (Wells &schwartz,1984; Santana 2007).
Assim, o objetivo desse estudo foi fazer uma revisão bibliográfica sobre o tema espaçamento entre machos no coro.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i21.2231

Apontamentos

  • Não há apontamentos.