GEOBASEUEFS: NOVA FERRAMENTA DIDÁTICA PARA O ENSINO SUPERIOR NA UEFS

Brenda de Souza Santino

Resumo


Compreende material didático como todo e qualquer recurso utilizado em um procedimento de ensino, visando à estimulação do aluno e à sua aproximação do conteúdo (Dittrich, 2008). Nesse sentido a criação de meios onde o estudante possa atrelar os conhecimentos adquiridos das disciplinas ao seu cotidiano, facilitam o processo de aprendizagem e fixação dos conteúdos.
Com a chegada da educação mediada por computadores, o uso de recursos educacionais digitais para aquisição e transmissão de conhecimentos gera um ambiente atrativo para o desenvolvimento de sistemas, que possam facilitar o funcionamento qualitativo dos ambientes de ensino-aprendizagem (Afonso et al. 2011). Nesse intuito foi criada a base de dados GEOBASEUEFS, que busca agrupar os diversos conhecimentos existentes relacionados à cidade de Feira de Santana, em uma única plataforma online e digital servindo como fonte para consulta em pesquisas realizadas pela comunidade acadêmica.
Valente (1993) destaca a relevância da utilização de recursos computacionais como um meio didático multidisciplinar, sendo a GEOBASEUEFS, uma ferramenta que pode apresentar um grande potencial ao ser aplicada no ambiente universitário, uma vez que a variedade de conteúdo presente em seu banco pode gerar inúmeras possibilidades e formas de uso da mesma, como criação de mapas, apostilas, aulas e oficinas. Dessa forma a tecnologia serve para enriquecer o ambiente educacional, propiciando a construção de conhecimentos por meio da atuação ativa, crítica e criativa por parte de alunos e professores (Moran, 1995; Venturi, 2012 e Chuerubim et al, 2014).
O objetivo desse trabalho é pesquisar como transformar a GEOBASE UEFS em material didático para as disciplinas Pedologia, Geociências II e Sensoriamento Remoto que estão presentes na matriz curricular do curso de Agronomia.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i21.2257

Apontamentos

  • Não há apontamentos.