OBTENÇÃO DE SUPORTES HÍBRIDOS DE SÍLICA-MONOSSACARÍDEOS, COM POSSÍVEL UTILIZAÇÃO NA IMOBILIZAÇÃO DE PEROXIDASE.

Ivan Martins Barreto

Resumo


A imobilização de enzimas em suportes híbridos mesoporosos (orgânico e inorgânico) atualmente apresenta um grande potencial, devido as melhores características do material quando comparadas a seus componentes separadamente. A síntese destes suportes híbridos pode ser realizada através da funcionalização pós-sintética (enxerto), a co-condensação ou na forma de organosílicas mesoporosas (ADAM et al., 2012).
Diversos suportes inorgânicos de sílicas mesoporosas como, por exemplo, as sílicas SBA-15 e MCF já foram utilizados para a imobilização de peroxidase de raiz forte ou horseradishperoxidase (HRP), que é uma enzima de grande interesse em virtude das inúmeras possibilidades de aplicação (CAO et al., 2012). A HRP livre e/ou imobilizada apresenta diversas aplicações que unidas à sua elevada atividade, simplicidade na detecção e relativa estabilidade motiva o desenvolvimento de novos biocatalisadores que aumentem a estabilidade da mesma. Contudo a HRP possui um alto preço no mercado. A peroxidase de rabanete (Raphanus sativus) – RAP possui estrutura semelhante a HRP e pode ser utilizado como fonte alternativa de peroxidases. Considerando os estudos sobre imobilização de peroxidase extraída de rabanete (Raphanus sativus), verificou-se que não existem relatos na literatura quanto ao uso de suportes híbridos (inorgânico e orgânico) possibilitando um novo estudo que abarque a obtenção de novos suportes para a imobilização de enzimas econômicas com diversas aplicabilidades.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i21.2266

Apontamentos

  • Não há apontamentos.