PERFIL DAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA SEXUAL EM FEIRA DE SANTANA

Anna Carolina Rocha da Silva

Resumo


A violência apresenta-se como um fenômeno mundial, sendo evidenciada nos mais distintos contextos culturais e sócio-econômicos. Segundo o Ministério da Saúde, a violência representa uma das principais causas de morbimortalidade no país, sobretudo entre a população jovem (BRASIL, 2005). Existem diversas formas de manifestação da violência e dentre elas, o destaque desse estudo é a violência sexual que se configura como uma agressão ainda mais complexa que as demais, pois além de comprometer a integridade física e psicológica da vítima, afeta a sua sexualidade (MONTEIRO et al., 2008). A violência sexual contra crianças e adolescentes que antes era vista como limitada ao campo social e jurídico, hoje é reconhecida como uma questão de saúde pública, já que representa agravo e ameaça à vida, às condições de trabalho, às relações interpessoais, e à qualidade da existência, tornando necessária a incorporação de uma atitude de responsabilização por parte dos profissionais de saúde (MINAYO; SOUZA, 1999). Crianças e adolescentes vítimas de violência sexual apresentam uma predisposição a apresentarem transtorno de ansiedade, depressão e quadros agressivos, bem como dificuldades de definir o seu papel e funcionamento sexual além de dificuldades com relacionamentos interpessoais (SERAFIM, 2011). O interesse na realização desse estudo originou-se devido à experiência como voluntária do Núcleo de Estudos e Pesquisas na Infância e Adolescência, no qual houve a oportunidade de conhecer e explorar essa temática. Além dessa experiência acadêmica, na condição de estudante da área de saúde, há também uma grande afinidade pela área de saúde da criança e do adolescente, bem como um compromisso social e profissional em busca de uma melhoria na qualidade de vida infanto-juvenil. Esse estudo contribuirá fornecendo dados que possibilitarão o desenvolvimento de ações voltadas para a prevenção e enfrentamento da violência e elaboração de políticas públicas, através da combinação entre os diferentes setores envolvidos, permitindo então que as crianças e adolescentes completem seu desenvolvimento de forma saudável e digna.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i21.2284

Apontamentos

  • Não há apontamentos.