CULTIVO ORGÂNICO DE CEBOLINHA (Allium fistulosum L.) SOB DIFERENTES MANEJOS DE COBERTURA DE SOLO.

Carla Almeida Souza

Resumo


A produção da agricultura orgânica cresce acentuadamente ao decorrer dos anos,
devido a grande demanda alimentícia, e a busca de alimentos mais saudáveis e livres de
agrotóxico, ou seja, agroecológicos, fazendo com que a horticultura nacional atinja grandes
patamares na exploração comercial, gerando lucro para os produtores. (GLIESSMAN, S. R.
2000. 653p).
A cebolinha (ALLIACEAE, Allium fistulosum) é uma hortaliça muito apreciada pela
população e cultivada em quase todos os territórios brasileiros. A cebolinha produzida no
Nordeste tem grande consumo no Brasil, sendo comercializada em diversos lugares, como nas
feiras locais e regionais, bem como em estabelecimentos comerciais. A região de Amélia
Rodrigues-Ba onde está situado o Centro de Agroecologia Rio Seco - Cearis, vive esta
realidade, pois é um local rodeado de comunidades que vivem da agricultura familiar, tendo
como foco o plantio e comercialização de hortaliças, dentre elas a cebolinha.
Práticas baseadas nos princípios da agroecologia contribuem para a conservação do
solo e para a nutrição das plantas cultivadas, fazendo necessário o conhecimento de métodos
para preservação desse solo, através do uso de práticas sustentáveis, como a cobertura vegetal.
A cobertura do solo em hortaliças vem sido utilizada para reduzir impactos no mesmo,
como: a compactação; baixo teor de matéria orgânica e incidência de plantas daninhas,
ajudando na contribuição de manutenção da temperatura e umidade do solo, o que gera níveis
propícios para o desenvolvimento das plantas (MULLER, 1991).
Neste trabalho, objetivou-se estudar diferentes manejos de cobertura do solo no cultivo
de cebolinha (cobertura morta utilizando palhada e a cobertura viva consorciando a cebolinha
com a Crotalaria - FABACEAE Crotalária juncea cv.), avaliando os parâmetros
agronômicos da cultura através de observações de campo e análise de dados por testes
estatísticos. Diversos indícios demonstram que práticas sustentáveis, principalmente no
manejo do solo, que beneficiem na produtividade das hortaliças, acabam sendo de extrema
relevância para os agricultores familiares que residem nas comunidades vizinhas ao Cearis,
haja vista que estes tem por atividade agrícola principal, o cultivo de hortaliças e muitos
desejam adotar sistemas de base agroecológica.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i21.2352

Apontamentos

  • Não há apontamentos.