Levantamento da fauna de vespas (Hymenoptera, Vespidae, Polistinae) na região do Arraial do Retiro, distrito de Coração de Maria, Bahia

Ruyter Jesus de Cerqueira

Resumo


Vespidae tem aproximadamente 4600 espécies descritas, geralmente apresentando vespas de tamanho médio a grande. São amplamente distribuídas, com maior diversidade e abundância nas regiões Asiática e Neotropical (Jeanne, 1991). A alimentação de vespídeos sociais se baseia em proteínas provenientes da captura de insetos e outros artrópodes, carboidratos de néctar e exudatos de hemípteros, além de conteúdos celulares e água ( Elisei 2010 ).
Polistinae é representada por três tribos: Miscochyttarini, Polistini, e Epiponini com aproximadamente 319 espécies. Em parâmetros mundiais Polistinae apresentam um número de 940 espécies (Carpenter & Marques 2001; Carpenter 2004; Somavilla & Marques 2014).
Polistinae tem como principal característica a eussocialidade, característica essa delimitada, pela sobreposição de gerações, cuidado parental, e divisão de trabalho (Carpenter. ,1993). Além de Polistinae, também Vespinae apresenta comportamento social, no entanto outros táxons de Vespidae, como é o caso de Euparagiinae, Masarinae, e Eumeninae apresentam comportamento solitário. Stenogastrinae apresentam uma primitividade social entre suas fêmeas (Carpenter, 1993).
Os estudos com vespas sociais são de grande importância para entender a evolução da característica de eussocialidade no grupo (Carpenter & Marques 2001). Principalmente com subfamílias pertencentes a Vespidae que apresentam esse comportamento com pouca complexidade, ou não apresentam nenhum tipo de característica social. Apesar do valor que os estudos com vespas sociais apresentam, existem poucos trabalhos sobre levantamentos de espécies no estado da Bahia (Santos & Marques et.al 2007).
No semiárido brasileiro, a diversidade de vespas ainda é pouco conhecida, devido a pouca quantidade trabalhos de levantamento identificação(Andena & Carpenter 2014). É extremamente importante que ás áreas pertencentes a essa região sejam inventariadas, só com esses dados será possível montar planos de conservação da fauna de vespas sociais (Andena & Carpenter 2014).
Objetivo desse trabalho foi fazer um levantamento da fauna de vespas sociais, no Arraial do Retiro, distrito pertencente ao munícipio de Coração de Maria. Local no qual se vem perdendo ao passar dos anos segundo populares, sua mata natural para a expansão de atividades agrícolas como agricultura e pecuária o que se configura com atividades de desmatamento. A degradação desse ambientes naturais resulta na perda da diversidade biológica, incluindo espécies, ainda desconhecidas para a ciência (Ribeiro Junior & Prezzoto 2008) .


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i21.2373

Apontamentos

  • Não há apontamentos.