ANÁLISE MULTITEMPORAL DA EXPANSÃO AGRÍCOLA NO MUNICÍPIO DE JUAZEIRO (BAHIA) NO PERÍODO DE 1985 A 2006 E SUAS REPERCUSSÕES NO USO DA TERRA

Selma Barbosa Bastos

Resumo


Com a implementação de diversas políticas agrícolas pelo Estado a partir da década de 60 do século XX, modernas tecnologias foram incorporadas ao espaço rural (SILVA, 1993), garantindo uma nova dinâmica da produção agrícola e da questão agrária no país.
Nesse contexto, o Governo Federal concentrou investimentos para a criação de infraestrutura de irrigação e geração de energia elétrica na região do Vale do Rio São Francisco (CONDEVASF, 2016), abrindo possibilidades para esta região tornar-se um ambiente propício à implantação de diversos projetos de irrigação (SOUZA, 2013). O município de Juazeiro-BA foi um dos que recebeu investimentos para a implantação da agricultura irrigada, o que gerou diversas repercussões no uso da terra.
A mudança no uso da terra possui caráter dinâmico numa relação tempo-espaço, necessitando de uma análise multitemporal para o entendimento das transformações ocorridas ao longo dos anos. Assim, considera-se imprescindível o uso de técnicas de geoprocessamento e sensoriamento remoto aliadas o Sistema de Informações Geográficas (SIGs) para o auxilio das análises espaciais, uma vez que segundo Jansen (2000) estas técnicas são indispensáveis para o mapeamento do uso da terra em um curto espaço de tempo.
Diante disso, este trabalho teve como objetivo analisar a dinâmica espaço-temporal da agricultura no município de Juazeiro-BA, no período de 1985 a 2006, com vistas à avaliação da mudança do uso da terra após a implantação dos projetos irrigados.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i21.2455

Apontamentos

  • Não há apontamentos.