UTILIZAÇÃO DE ADSORVENTES SINTETIZADOS A PARTIR DO LODO DE ESGOTO NA REMOÇÃO DO CORANTE AMARELO TARTRAZINA

Daniel Salustiano Costa Neto

Resumo


Os efluentes industriais contendo corantes sintéticos têm exigido dedicação das
pesquisas científicas, e um largo número de técnicas para remoção dos diferentes tipos de
corantes de águas residuais tem sido utilizado para reduzir os impactos no meio ambiente. Em
meio às técnicas refinadas, a adsorção tem ganhado espaço devido a sua simplicidade para
execução e baixo custo, além de ser possível mensurar os dados de uma cinética e equilíbrio
sem utilizar instrumentos sofisticados (Bacioiu et al, 2016).
Como estudos sobre a remoção da tartrazina em diversos adsorventes, a exemplo de
carvões ativados obtidos de resíduos de biomassa, demonstram que a taxa de remoção deste
corante ainda é bem menor do que os alcançados com adsorventes convencionais, o objetivo
deste trabalho é avaliar a remoção deste corante utilizando adsorventes sintetizados a partir do
lodo de esgoto.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i21.2462

Apontamentos

  • Não há apontamentos.