EXPERIÊNCIAS DO RACISMO PERCEBIDAS NAS PRÁTICAS DE CUIDADOS EM PESSOAS COM DOENÇA FALCIFORME NA REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE

Kevin Goes Lobo

Resumo


O racismo, seus efeitos e mecanismos de reprodução têm impactado de modo expressivo e perverso a sociedade brasileira. As mazelas da escravidão se disseminaram, criaram raízes e se transmutaram a ponto de funcionar como meio eficiente de segregação em tempos de liberdade, alimentado e disfarçado pelo mito da democracia racial (SOARES, 2014).
A discriminação racial tem sido cada vez mais reconhecida como determinante das iniquidades étnico-raciais em saúde, com evidente crescimento e forte associação entre discriminação racial e efeitos na saúde de adultos, jovens e crianças, tanto no âmbito nacional quando internacional (PRIEST et al. 2013; BASTOS, FAERSTEIN, 2012).
Pela sua alta prevalência, a DF configura-se como importante questão de saúde pública no Brasil (Brasil, 2001), somado ao fato do racismo ser velado nas redes de saúde e cuidado às pessoas adoecidas, como o exemplo das pessoas com DF, ressalta-se a importância de estudos voltados para o tema. Com isso, esse estudo tem como objeto de estudo as experiências de racismo percebidas pelas pessoas com DF na rede de atenção à saúde e, dessa forma, suscitou-se a seguinte questão norteadora: Como as pessoas com doença falciforme percebem o racismo nas práticas de cuidado à saúde?
O objetivo geral desse estudo foi compreender as experiências do racismo percebidas nas práticas de cuidados em pessoas com DF na rede de atenção à saúde. Nesse tocante, a pesquisa revela-se fundamental para, a identificação de experiências racistas pelos usuários dos centros de referências que cuidam das pessoas com Doença falciforme (DF), podendo assim gerar reflexões e enfrentamentos dessas mazelas discriminatórias, e, assim, melhorar o atendimento/cuidado à essas pessoas e interferir positivamente na qualidade vida das mesmas.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i21.2509

Apontamentos

  • Não há apontamentos.