ESTUDO QUÍMICO DE EXTRATOS DAS FOLHAS DE Zanthoxylum caribaeum LAM

Lara Amanda Rodrigues de Oliveira

Resumo


A utilização de plantas medicinais se estende desde tempos remotos ao período contemporâneo, em que se observa no Brasil uma diversidade biológica pouco explorada. Logo, tendo-se em vista a intensa síntese de metabólitos secundários, aos quais se atribuem as atividades terapêuticas, pesquisas no ramo da fitoquímica tem apontado o valor de ensaios químicos e farmacológicos em espécies vegetais (SOUSA et al, 2010).
As técnicas de separação podem ser empregadas no processo de purificação, a exemplo da cromatografia em coluna (CC), Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE), Cromatografia Gasosa (CG), Cromatografia em Camada Delgada (CCD), dentre outras (OLIVEIRA, et al., 2002; MONTEIRO, 2012). Desta forma, o presente estudo visou realizar o estudo químico das folhas de Zanthoxylum caribaeum, bem como obter frações semi-purificadas ou substâncias isoladas através de técnicas cromatográficas, caracterizar, detectar e quantificar compostos fenólicos através de CLAE.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i21.2510

Apontamentos

  • Não há apontamentos.