CARACTERÍSTICAS DAS LESÕES CORPORAIS DECORRENTES DE VIOLÊNCIA FÍSICA EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES REGISTRADO NO INSTITUTO MÉDICO LEGAL (IML) EM FEIRA DE SANTANA – BAHIA, NO ANO DE 2014

Hosannah Leite Filho

Resumo


A violência de uma forma geral em crianças e adolescentes é conceituada como toda ação ou omissão, que tenha como resultado qualquer forma de dor, provocado por pessoa com maturidade mais adiantada (PFEIFFER et al., 2011). É um fenômeno que acontece independente de raça, classe social ou cultura (GARBIN et al., 2011). A localização da lesão pode ser um importante indício de ocorrência de violência física.
O segmento corporal mais atingido em casos de violência é a face, justamente por ser a face, a parte do corpo mais exposta e menos protegida. Na maioria das vezes, o trauma facial está associado a fraturas dentárias, contusões, equimoses, abrasões e lacerações, acometendo principalmente as pessoas jovens, pelo fato de serem mais ativas (GODOI et al., 2013; FRANÇA, 2008). Diante do exposto, o presente estudo visou fornecer um maior conhecimento acerca da temática, compreendendo as características das lesões corporais em crianças e adolescente na cidade de Feira de Santana, buscando mimetizar qualquer tipo de violência física nesse público alvo. Sinalizar para a comunidade acadêmica, sociedade local, instancias de proteção e outros órgãos envolvidos na defesa de direitos da criança e do adolescente, a forma e o tipo de lesão física, registrada no IML, a fim de proporcionar a reflexão e discussão de possíveis soluções para a diminuição dos casos registrados. Compreender a violência e coibi-la é de grande importância para a sociedade e para a saúde pública brasileira.
O objetivo desse estudo foi analisar as características das lesões corporais, decorrentes de violência física, em crianças e adolescentes em Feira de Santana-Bahia, registrados no IML no ano de 2014.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i21.2571

Apontamentos

  • Não há apontamentos.