AVAA: Ambiente Virtual de Aprendizagem de Algoritmos

Bruno Gonzaga de Matos Vogel

Resumo


Nos estudos realizados por Silva e Sena (2013), observou-se que a maioria dos estudantes de engenharia de computação, sistema de informação ou ciência da computação, que se depara com a necessidade de aprender algoritmos, acaba por ter conhecimento das estruturas de funcionamento (sintaxe), mas apresentam alguma dificuldade na lógica de relacionamento entre elas (semântica). Muitas vezes, tal circunstância é dada porque, para se adquirir a habilidade de programação em computadores, é necessário um significante esforço em atividades práticas de laboratório (PRIOR, 2003). De tal maneira, um ambiente virtual de aprendizagem de algoritmos (AVAA) poderia acrescentar funcionalidades associadas ao aprendizado de algoritmos, assim como exercícios práticos e resolução dos mesmos (ROMERO, VENTURA e GARCIA, 2008).
Diante deste contexto, este trabalho teve como objetivo desenvolver uma ferramenta voltada ao processo de ensino e aprendizagem de algoritmo e programação, levando em conta, portanto, os aspectos citados anteriormente. Em meio a esta problemática encontrada, o AVAA possibilita a garantia do acompanhamento dos estudantes das turmas pelo professor, para assegurar que as necessidades cognitivas para construir um algoritmo sejam internalizadas.
As funcionalidades levantadas como requisitos e desenvolvidas durante o período de um ano, portanto, estão voltadas a sanar essas dificuldades, com um sistema autônomo na correção de exercícios de algoritmo, dividido em três níveis de dificuldade, com correções instantâneas nos dois primeiros.
A ferramenta desenvolvida busca reduzir os altos índices de reprovação em disciplinas de programação e algoritmo de cursos superiores. Como se trata de um sistema web, apenas com acesso à internet o usuário pode se conectar ao seu painel, consultar seu desempenho nos exercícios, avisos do professor e exercícios a serem resolvidos. O AVAA em questão não substitui de fato o aprendizado presencial de uma disciplina comum, porém, apesar de muito utilizados no ensino a distância, estes mostram sua eficácia quando aplicadas ao próprio ensino presencial (FRANCO et al., 2003).


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i21.2594

Apontamentos

  • Não há apontamentos.