VALIDAÇÃO DE BUNDLE PARA PREVENÇÃO DE FLEBITE ASSOCIADA A INSERÇÃO DE CATETERES INTRAVENOSOS PERIFÉRICOS EM CRIANÇAS

Erika Anny Costa Cerqueira

Resumo


A prevenção da flebite, que consiste numa das complicações mais frequentes da terapia intravenosa, é essencial para o fornecimento de uma assistência de qualidade, uma vez que esse evento adverso pode causar desconforto para a criança, aumento do tempo de hospitalização, das demandas dos profissionais da enfermagem e do encargo financeiro do hospital. Além disso, sua ocorrência pode estar associada à formação de trombos que poderão ocasionar embolia e danos permanentes ao vaso (POTTER; PERRY, 2013). Dessa forma, é plausível o desenvolvimento de estratégias que auxiliem nesse processo, tal como o bundle.
O bundle consiste num “pacote” de cuidados que devem ser instituídos em conjunto durante a realização de determinada intervenção (RESAR et al., 2012), sendo que alguns estudos mostram que a utilização de bundles auxilia na prevenção de complicações relacionadas à terapia intravenosa, tal como a infecção da corrente sanguínea associada ao cateter venoso central (MENEGUETI et al., 2015; BERTOGLIO et al., 2017).
Ao tentar estabelecer o estado da arte, foi encontrado apenas um artigo (CHO et al., 2015) que aborda o desenvolvimento de bundle para prevenção de flebite associada a cateteres intravenosos periféricos em crianças, mas este não se encontra disponível para download. Dessa forma, na tentativa de responder ao seguinte questionamento: “É possível validar bundle para auxiliar na prevenção de flebite em crianças hospitalizadas?”, este estudo teve o objetivo de validar um bundle para prevenção de flebite associada à inserção de cateteres intravenosos periféricos em crianças hospitalizadas, quanto ao conteúdo e à aparência.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i21.2660

Apontamentos

  • Não há apontamentos.