CONTROLE ALTERNATIVO DE INSETOS DE IMPORTANCIA AGRÍCOLA COM USO DE EXTRATOS VEGETAIS DE LIPPIA INSIGNIS E LIPPIA THYMOIDES, EM FEIRA DE SANTANA, BAHIA, BRASIL

Mainã Medeiros Oliveira

Resumo


O semiárido nordestino desponta como um dos ecossistemas mais valiosos, apresentando em seu domínio um número expressivo de espécies de plantas e micro-organismos com elevados potenciais para produção de substâncias bioativas passíveis de aplicação como alimentos, em produtos farmacêuticos e na agricultura (Queiroz et al., 2006). Dentre essas plantas destacam-se as do gênero Lippia, devido ao grande uso de óleos medicinais, com ampla utilização nas indústrias e por possuírem propriedades inseticidas (Jannuzzi, 2010; Silva, 2012). Com a Revolução de 1930 houve um aumento da população mundial demandando aumento da produção de alimentos e isso culminou no aparecimento das monoculturas. Essa prática favoreceu o desenvolvimento do que chamamos de insetos-pragas, que vem causando prejuízo à cadeia de produção com o gasto com agroquímicos. Dentre as pragas de maior importância e que tem causado enormes impactos econômicos têm-se o caruncho (Callosobruchus maculatus), inseto-praga que ataca principalmente a cultura do feijão tanto em campo como em estádio de armazenamento.
Devido ao uso indiscriminado das substâncias químicas inseticidas e os impactos naturais por elas causados, tem-se surgido o interesse pela utilização de inseticidas botânicos. Apesar de existir uma grande variedade de plantas com potencial inseticida comprovado pelo uso popular, torna-se necessário estudo voltado para a caracterização e potencial biológico desses produtos.
Desse modo, e a cada dia crescente o número de estudos voltados para a utilização do potencial bioativo e da caracterização desses produtos oriundos de planta no combate a insetos pragas, esse trabalho visou avaliar a atividade inseticida e repelente com extratos e óleos das espécies Lippia insignis (Molden,1976) e L. thymoides (Martius & Schauer,1847) no combate à C. maculatus .


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i20.3091

Apontamentos

  • Não há apontamentos.