AS CONCEPÇÕES E PRÁTICAS DE ENSINO-APRENDIZAGEM DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA EM ESCOLAS PÚBLICAS DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA – BA

Willian Falcão Lopes

Resumo


O ensino é espaço-tempo de desenvolvimento do que compreendemos como fundamentalmente educacional, ou seja, é pelo ensino que se concretiza o trabalho com um conteúdo, com uso de um método, recursos e um instrumento avaliativo com o intuito de alcançar objetivos pré-definidos. Visto dessa forma, o ensino é o espaço nuclear da atividade docente e, portanto, deve ser um dos focos da formação dos professores (de Geografia).
Em investigação anterior1 identificou-se as concepções de ensino dos docentes da subárea de metodologia e prática de ensino de Geografia da UEFS, o entendimento a que chegamos foi que a maioria desses professores afirmam realizar um ensino construtivo, desenvolvendo com seus estudantes o conhecimento de aula como mediação e construção (LOPES E BRAGA, 2014). Contudo, sabe-se que no exercício da docência o professor (ou o futuro professor) desenvolve uma prática que está permeada por saberes plurais, que advém de várias fontes, oriundos da formação profissional e de saberes disciplinares, curriculares e experienciais. (TARDIF, 2007).
Levantou-se, então, a hipótese de que as concepções de aula dos estagiários podem ter sido apreendidas com os professores regentes2 da escola básica, aos quais poderiam estar fazendo com que esses passassem a desacreditar nas teorias ensinadas na academia, ou apenas usem esses saberes de forma automática sem terem consciência dessa influência, uma vez que o professor regente é um dos mediadores responsáveis pela construção da relação teoria e prática de ensino-aprendizagem dos estagiários.
Diante desse contexto, foi proposta a seguinte questão de pesquisa: Quais as concepções e práticas de ensino-aprendizagem dos professores de Geografia da escola básica?
Em seguida foi elencado o seguinte objetivo geral analisar as concepções e práticas de ensino-aprendizagem de professores de Geografia em escolas públicas do município de Feira de Santana – BA.
Para a compreensão das concepções e práticas de ensino-aprendizagem dos professores de Geografia da escola básica foram feitos levantamentos bibliográficos, entrevistas e observação das práticas de ensino dos docentes.
Dentre os principais achados, aponta-se que a maioria dos professores investigados compreende a aula como um espaço de construção do conhecimento. Contudo, na prática não buscam trabalhar com os saberes vivenciais dos estudantes, não constroem planejamentos, desenvolvendo suas aulas a partir da transmissão de informações.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i20.3267

Apontamentos

  • Não há apontamentos.