A EXPRESSÃO COGNITIVA EM FORMA DE DESENHO

Carla Roberta Carvalho Brito

Resumo


O presente artigo aborda algumas considerações sobre o desenho como uma possível proposta pedagógica para o desenvolvimento das potencialidades da aprendizagem. Traz também o papel da educação básica em consonância com as
características pedagógicas percebidas também no desenho. Tal temática traz consigo, contribuições que estabelecem uma série de conceitos que contribui para o entendimento do desenho, seus valores e expressões para a educação. Nem sempre a arte (desenho) esteve associada à escola, mas quanto ao uso deste recurso pelas crianças de educação infantil, este e caracteriza como uma excelente forma de fazer com que a criança demonstre seus pensamentos, ideias e saberes. O desenho na escola ganha novas dimensões quando tem seus benefícios percebidos a cada representação da criança conforme aborda Portugal (2012), Leme (2007),
Mello (2013) entre outros.


Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL, Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica / Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Currículos e Educação Integral. Brasília: MEC, SEB, DICEI,

562p. ISBN: 978-857783-136-4.

JUSTIÇA, Conselho Nacional de. CNJ. Disponível em http://www.cnj.jus.br/noticias/cnj/60710-abertas-as-inscricoespara-concurso-de-redacao-e-desenho.

LEME, Angélica Sacconi. O desenho na escola: uma contribuição para o desenvolvimento infantil, Campinas, 2007.

MELLO, Genilza Alves da Silva. A importância pedagógica e psicopedagógica do desenho no processo ensino aprendizagem. Revista de Magistro de Filosofia. Ano VI nº. 12, 2013.

PORTUGAL, João Clineu Serra. A importância do desenho na construção da aprendizagem infantil, 2012, Leopoldina.




DOI: http://dx.doi.org/10.13102/sitientibus.v0i52.3769

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Versão Impressa 0101-8841