INFÂNCIAS E CULTURAS: REPRESENTAÇÕES RACIAIS NAS IMAGENS DO LIVRO DIDÁTICO

Suely Dos Santos Souza, Glaucia Maria Costa Trinchão

Resumo


O presente estudo ressalta a importância da análise das representações raciais do povo negro contidas no livro didático. Analisam-se indicadores de concepções raciais presentes em algumas imagens. Como composição do livro didático acredita-se no potencial pedagógico da imagem para se trabalhar o imaginário, a memória e a identificação de elementos, mas também na sua capacidade de portar estereótipos e preconceitos. Selecionou-se duas imagens que fazem referência a comunidade negra em um livro de História 5º ano, indicado pelo PNLD e a metodologia adotada é a qualitativa, associada ao método iconográfico de Análise de Imagens, de Erwin Panofsky. Esse estudo contribui para a reflexão sobre as representações visuais que compõem o livro didático, que por detrás da sensibilização estética, podem exteriorizar concepções discriminatórias que precisam ser desvendadas e conclui-se que, ainda hoje, os livros didáticos são portadores de tais concepções, que necessitam ser desconstruídas.


Texto completo:

PDF

Referências


ARNHEIM, Rudolf. Arte e percepção visual: uma psicologia da visão criadora. Trad. Ivone Terezinha de Faria. São Paulo: Pioneira, 2007.

AZEVEDO, Evelyn Louise Almeida de. Imagens de escravidão negra no livro didático de história após: a lei 10.639/03. XI Congresso Luso afro-Brasileiro de ciências sociais. Salvador: 2011. Disponível em: http://www.xiconlab.eventos.dype.com.br/resources/anais/3/1306761165_ARQUIVO_evelyncefet.pdf. Acessado em: 07 de março de 2012.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação. Lei de Diretrizes e Bases, 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm. Acessado em: 07

de março de 2012.

______. Lei nº. 10.639, de 09 de janeiro de 2003. Disponível em: . Acesso em 04 de fevereiro de 2014.

BRASIL. Diário Oficial . Decreto nº 91.542 DE 19 de Agosto de 1985. p. 12178 Seção I. Disponível em: http://www.abrelivros.org.br/abrelivros/01/index.php?option=com_content&view=article&id=39:decreto-no-91542-de-190885&catid=20:legislacao&Itemid=31. Acessado em: 07 de Março de 2012.

CARLOS, Erenildo João (Org.). Por uma pedagogia crítica da visualidade. João Pessoa: Editora Universitária da UFBP, 2010.

COREGNATO, Rita Catalina Aquino; MUTTI, Regina. Pesquisa qualitativa: análise de discurso versus análise de conteúdo. Texto Contexto Enferm. Florianópilis, v. 15. n. 4. 2006. Disponível em:. Acesso em: 21 de novembro de 2013.

COSTA JUNIOR, César da (ed.). História, 5º ano. 1ª ed. São Paulo: Editora Moderna, 2007.

CRUZ, Teresa Cristina de Carvalho. Análise iconográfica do trabalho escravo no Brasil a partir de uma pintura de Debret. Disponível em: http://www.periodicos.udesc.br/index.php/percursos/article/viewFile/1521/1283. Acessado em: 07 de março de 2012.

DIOGO, Rosália. Rasuras no espelho de narciso: educadoras negras e a crítica às representações do negro na mídia. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2008.

FERRETTI, Sergio F. Preconceitos e proibições contra religiões e festas populares no maranhão. IX Simpósio anual da Associação Brasileira de História das Religiões em Viçosa, MG. 2007. Disponível em: . Acesso em: 07 de março de 2012.

JOLY, Martine. Introdução à análise de imagens. Campinas- SP: Papirus, 1994.

LEITE, Míriam L.M. Texto visual e texto verbal. In. FELDMANBIANCO, Bela; LEITE, Míriam L.M. (orgs) Desafios da imagem: fotografia, iconografia e vídeo nas ciências sociais. Campinas, SP: Papirus, 1998.

LUIZ, Janailson Macedo; SOUZA, Maria Lindaci Gomes de. Iconografia e livro didático de história: um outro olhar acerca das representações imagéticas sobre as populações negras. Disponível em: http://www.anpuhpb.org/anais_xiii_eeph/textos/ST%2016%2020Janailson%20Mac%C3%AAdo%20Luiz%20TC.PDF. Acessado em: 06 de março de 2012.

MARTINS, Leda Martins. A cena em sombras. São Paulo: Perspectiva, 1995.

MORAES DE SÁ, Wellington Santana. A presença do negro no livro didático de história do ensino fundamental: uma primeira análise. Disponível em: http://www.ffp.uerj.br/arquivos/dedu/monografias/WSMS2010.pdf. Acessado em 07 de março de 2012.

NASCIMENTO, Abdias. O Brasil na mira do pan-africanismo. 2. ed. Salvador: EDUFBA: CEAO, 2002.

OLIVEIRA, Iolanda; AGUIAR, Márcia Angela; SILVA; Petronilha Beatriz Gonçalves, (et. al.)(orgs.). Negro e educação 4: linguagens, educação, resistências e políticas públicas. São Paulo: Ação Educativa, ANPED: 2007).

PAIVA, Eduardo França. História e imagens. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

PANOFSKY, Erwim. Significado nas artes visuais. 3. ed. São Paulo: Perspectiva, 2002.

SILVA, Ana Célia da.A discriminação do negro no livro didático. 2ª ed. Salvador: EDUFBA, 2004.

SHOHAT, Ella; STAM, Robert. Crítica da imagem eurocêntrica. São Paulo: Cosac Naify, 2006.

TRIVIÑOS, Augusto N.S. Introdução à pesquisa social: a pesquisa qualitativa em educação. 1ª ed. São Paulo: Atlas, 1987.




DOI: http://dx.doi.org/10.13102/sitientibus.v0i52.3771

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Versão Impressa 0101-8841