REGIÃO METROPOLITANA DE FEIRA DE SANTANA: DA PROPOSTA ÀS CARACTERÍSTICAS ATUAIS

Edson da Silva Santos

Resumo


As Regiões Metropolitanas (RMs) são recortes espaciais formados pela junção de dois ou mais municípios, instituídas por meio de lei, com vistas ao planejamento e realização de funções públicas de interesses comuns. A Região Metropolitana de Feira de Santana (RMFS) foi instituída e colocada como uma forma de alavancar o desenvolvimento econômico, sustentável e equilibrado dos municípios limítrofes a ela. Ante essa proposta, elaborou-se este artigo, que tem como cerne fazer uma caracterização da RMFS, no que tange aos aspectos históricos e principalmente atuais, referentes à centralidade da cidade polo e às dinâmicas populacional e econômica, para que possam ser verificados os fundamentos de sua institucionalização. A metodologia empregada fez uso, sobretudo, de pesquisa bibliográfica dos principais conceitos e documental. Como resultados, tem-se que a centralidade do núcleo central se amplia, a RMFS não foi regulamentada e somente Feira de Santana, Conceição do Jacuípe e Riachão do Jacuípe apresentam aspectos populacionais e econômicos com caráter metropolitano.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/sitientibus.v0i56.4633

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Versão Impressa 0101-8841