O COMÉRCIO INFORMAL EM FEIRA DE SANTANA: A REALIDADE DA RUA SALES BARBOSA

Alessandra Oliveira Teles

Resumo


Feira de Santana é um dos mais importantes municípios do Estado da Bahia. O comércio é a atividade de maior relevância na organização espacial e socioeconômica de Feira de Santana. As relações de troca consolidam tal atividade associadas à localização estratégica da cidade – promoveram o adensamento populacional de modo que o comércio informal se implantasse e se mantivesse. Mesmo com o projeto modernizador associado à abertura de rodovias e ao estabelecimento de um importante centro industrial, é no comércio que se encontra a força da economia de Feira de Santana. A rua Sales Barbosa historicamente apresenta um comércio de rua intenso. Primeiro, os feirantes, e desde o fim da década de 1980, ambulantes e camelôs ocupam o calçadão construído pelo poder público municipal, comercializando predominantemente confecções e calçados. Nessa perspectiva, o objetivo deste artigo é discutir o comércio informal em Feira de Santana, particularizando a rua Sales Barbosa.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/sitientibus.v0i56.4683

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN Versão Impressa 0101-8841