Desconstrução do mito do racismo reverso através das imagens

estudo do material didático para o ensino remoto em Santo Estevão, BA

Autores

  • Marcela Souza Macedo Smigura
  • Gláucia Trinchão

DOI:

https://doi.org/10.13102/dci.v1i1.9630

Resumo

Nesse texto apresenta-se a análise de uma imagem, no caso especifico, uma tirinha que traz a discussão sobre o mito do racismo reverso, a mesma faz parte do caderno de atividades remotas  para o ensino fundamental anos finais (6º ao 9º ano) do município de Santo Estevão-Ba, em especifico o caderno de edição 3 A cara do Racismo no Brasil. Estes cadernos considerados pela rede municipal de ensino de Santo Estevão-Ba, como um material didático pedagógico, são objetos de pesquisa da autora no mestrado acadêmico em educação da Universidade Estadual de Feira de Santana.

 O objeto de análise deste texto é uma tirinha que contém um diálogo entre jovens, a menina Niara, criada pelo cartunista Aroeira, vem trazendo um diálogo onde aparece o questionamento sobre racismo reverso.

Enquanto um recurso imagético, a tirinha analisada possui um potencial discursivo ao tratar da temática racial, como um paradoxo, uma contradição, utilizando de mensagem sarcástica no teor da frase “racismo reverso isso aí” [...], uma leitura simples e provocativa para a compreensão do aluno. A tirinha analisada enquanto imagem demonstra a relação intrínseca entre Educação e Desenho, que deve ser valorizada no campo dos materiais didáticos, e suas discursividades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcela Souza Macedo Smigura

Marcela Souza Macedo Smigura é licenciada em história, mestranda em educação (UEFS,  Feira de Santana, BA). macssmigura@gmail.com.

Gláucia Trinchão

Gláucia Trinchão é graduada em Licenciatura em Desenho e Plástica, mestra  em Arquitetura e Urbanismo (UFBA, Salvador, BA) e doutora em Educação (Unisinos). Professora plena de Desenho (UEFS). trinchao@uefs.br

Downloads

Publicado

2023-05-05