CELACANTOS (SARCOPTERYGII, ACTINISTIA) DO CRETÁCEO DA ILHA DE ITAPARICA (BACIA DO RECÔNCAVO), BAHIA, BRASIL

Autores

  • Lázaro Antonio Figueiredo de Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.13102/semic.vi24.6810

Resumo

A Bacia do Recôncavo, localizada no Estado da Bahia, é uma das regiões nordestinas com maior significância paleontológica, muito bem estudada, devido a sua importância na indústria petrolífera, a qual utiliza o conteúdo microfossilífero das rochas de idades jurássica e cretácica como guia (e.g. Silva et al., 2012). Mas, além de microfósseis, esta bacia contém uma variedade importante de macrofósseis, como coprólitos, vegetais, invertebrados e vertebrados, dentre estes, diversas espécies de peixes, muitos coletados em afloramentos na Ilha de Itaparica (e.g. Silva Santos, 1953; Rodrigues & Kellner, 2010). E). Aqui, são apresentados alguns espécimes de celacantos coletados nestes afloramentos, tombados na Coleção de Paleontologia do Museu de Zoologia e Paleontologia da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Downloads

Publicado

2021-10-29

Edição

Seção

Ciências Biológicas