ACOLHIMENTO COM CLASSIFICAÇÃO DE RISCO NA REDE DE ATENÇÃO SECUNDÁRIA COMO DISPOSITIVO PARA INTEGRALIDADE DO CUIDADO: uma revisão integrativa

Autores

  • Jaciane de Deus

DOI:

https://doi.org/10.13102/semic.vi24.7229

Resumo

Para suprir os vários problemas das emergências como superlotações nos hospitais, leitos nos corredores, e muito tempo nas filas a espera de atendimento; o Ministério da Saúde criou em 2009 as unidades de pronto atendimento (UPA) como uma das estratégias da Política Nacional de Atenção às Urgências com a finalidade de organiza a assistência (BRASIL, 2009).

Downloads

Publicado

2021-10-29