Hume e o senso de probabilidade

Don Garrett

Resumo


Na psicologia cognitiva de David Hume, o conceito de PROBABILIDADE faz parte de uma família de sensoconceitos que também incluem os conceitos de AZUL, SAGACIDADE, BELO, VIRTUDE e CAUSA. Cada um deles é obtido através (i) da ativação de uma sensibilidade primitiva, (ii) da consequente formação de uma “ideia abstrata”, (iii) da adoção de um “padrão de juízo” juntamente com “regras para o julgar”; e da atribuição de relações inferenciais. O desenvolvimento do conceito de PROBABILIDADE a partir do “sentimento de crença” também possibilita a obtenção do conceito de VERDADE PROVÁVEL, que, assim como os de BELO e VIRTUDE, funciona como um conceito normativo. A compreensão resultante da normatividade epistêmica humeana produz implicações diretas para seu exame do ceticismo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/ideac.v1i30.1323

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


eISSN: 2359-6384