A linguagem na Certeza Sensível em Hegel

Valério Hillesheim

Resumo


Este trabalho tem por finalidade mostrar a importância da linguagem no desenvolvimento da consciência, a partir da certeza sensível em Hegel. O autor define a linguagem como a forma do aparecer do Espírito. A consciência necessita internalizar as diversas formas como o aparecer do Espírito ocorre em seu desenvolvimento. Este texto explora esta temática no que diz respeito ao modo como ocorre a experiência e sua constituição e sua relação com a linguagem. Analisa, a partir desta constituição, os desdobramentos dialéticos imediatos e necessários para a consciência chegar ao saber absoluto. Este primeiro momento não é suficiente para o conhecimento do todo, mas é necessário e não pode ser negligenciado. No essencial, é isto que será mostrado no decorrer do trabalho.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/ideac.v1i30.1324

Apontamentos

  • Não há apontamentos.